quarta-feira, 30 de janeiro de 2013


PAPO ATÔMICO COM DIEGO CAJELLI
Acompanhante do Blog, Diego Cajelli, o escritor atômico como ele mesmo se denomina para os seguidores de seu Blog DIEGOZILLA (http://diegozilla.blogspot.it)


Sua biografia no site da SBE (Sergio Bonelli Editore), nos fala:
Nascido em 31 de julho em Milão, Diego Cajelli se formou como perito eletrônico, mas, apenas terminado os estudos, a sua vida profissional tomou um outro caminho. Frequentou o curso de argumentista da Escola de Quadrinhos de Milão, onde transformou-se em professor em 1995, e, publicou seu primeiro trabalho em 1996; se trata de "Pulp Stories", uma minissérie editada pela mesma Escola de Quadrinhos de Milão. Em 1998, está entre os fundadores de uma pequena editora, a Factory. Contactado por Carlo Ambrosini, fez testes para Napoleone, estreiando na edição nº 10 "Pequenos bandidos". Diego Cajelli exerce outras atividades além de argumentista, também é locutor de rádio.

Desde a estréia na Bonelli em Napoleone, ele já trabalhou em outros personagens da editora de Milão: Zagor, Dampyr (do qual faz parte do staff de autores), Legs Weaver, Dylan Dog e Nick Raider (pela editora IF Edizioni). 

Mas seu rol de trabalhos é vastíssimo e inclue colaborações com Astorina, Edizioni BD, Walt Disney, Eura Editoriale, etc.

Citado ainda pelo quadrinho que lhe colocou sob os holofotes: Milano Criminale, inicialmente pela Factory e depois pela Alta Fedeltà/Edizioni BD.

Atualmente, além de Dampyr e Diabolik, faz parte do staff da Revista Mytiuco da Rizzoli (Corriere della Sera) e está trabalhando na minissérie de sua autoria, Long Wei, pela Editora Aurea, cuja estréia está prevista para fevereiro de 2013.


Olá Diego, seja bem vindo ao "Deixe espaço para os sonhadores..."

Partiremos então da novidade, pois daqui a poucas semanas teremos o lançamento oficial de Long Wei, que no mês de janeiro, teve uma campanha de marketing sui generis, realmente eficaz e de um "suculento" número zero. Nos fale desse projeto e da sugestiva campanha de marketing da qual você é o garoto propaganda. 
A Editora Aurea queria colocar nas bancas um quadrinho com ambientação italiana que envolvesse a comunidade chinesa residente na Itália.
Roberto Recchioni citou meu nome ao editor, dizendo que eu era o autor certo para aquele tipo de projeto. Os meus trabalhos mais pessoais como Milão Criminale ou Mambo Italiano, sempre ambientaram-se na Itália, são de artes marciais, de cinema e cozinha chinesa, naturais da Chinatown de Milão. Por isso eu era homem certo.
Fiz um rascunho, cujo protagonista era um ex-ator de cinema asiático residente aqui.
Para a campanha de marketing... Tinha algumas idéias em mente, a título de promoção e comunicação. A editora me deu a liberdade de colocá-las em prática.
Fizemos uma campanha "viral" com adesivos por toda cidade, espalhamos algumas cópias do número zero nos quarteirões chineses de Milão e Roma, nessa ocasião espalhamos também algumas fotos sobre Long Wei. Teremos outras propagandas em breve!





Nos próximos meses, pela Sergio Bonelli Editore, Le Storie, poderemos ler uma história sua com desenhos de Matteo Cremona. Poderia nos antecipar algo? 
Para dizer a verdade, o argumento é fácil de explicar: dois narcotraficantes mexicanos vão se vingar das injustiças ao som de chumbo e ao mesmo tempo teremos os aliens da Área 51.
Mais ou menos isso. O resto são detalhes.


Da futura paternidade editorial (Long Wei) passemos a recente paternidade da vida real: o nascimento de seu primogênito (simpaticamente batizado de Minizilla em seu blog). O que mudou na sua vida depois dessa fantástica experiência pessoal (virou pai)? E o que mudou no seu método e ritmo de trabalho? 
Vai parecer uma frase feita, mas não tinha como é fantástico ser pai.
Minizilla hoje tem quatro meses e já me divirto um monte com ele, e espero cada vez mais.
A partir da chegada dele, trabalho quase exclusivamente em um estúdio. Separei um espaço para trabalhar com as páginas dos desenhistas... companheiras de longa data.
E se trabalho em casa, o faço nas primeiras horas da manhã, quando todos estão dormindo.

Parabéns pelo seu blog, me divirto muito com a seção "Quadrinhos ao telefone", qual a origem da definição "Escritor Atômico"? 
Há anos, quando ensinava na Escola de Quadrinhos, um ex-aluno meu, "fisgado" pelas minhas técnicas de preparar uma história e meus métodos de escrever, um dia chegou para mim e disse: "Quem é você? Um escritor atômico?"

Pelo número de histórias escritas, depois obviamente dos criadores da série Mauro Boselli e Maurizio Colombo, é o autor que mais escreveu histórias de Dampyr. Qual é a sua visão do personagem e como consegue expressá-la nas suas histórias, combinando-a com as exigências da Editora? 
Procuro conciliar as temáticas dos autores da série, com as minnhas: ação, velocidade e síntese.
Harlan, para mim, é um personagem de personalidade muito complexa. 
Talvez até demais. E por esse motivo que me sinto mais próximo de Kurjak.



Ainda no âmbito da Bonelli, colaborou com uma das séries mais interessantes da referida editora: Napoleone. O que recorda daquele período? 
Era muito jovem. Isso é certo. Tudo aquilo que fiz naquele período fiz sem refletir o que estava fazendo. Fazia e ponto. Me parecia natural e certo. 
Em parte fui bem, em parte fui mal.
A luz da experiência que tenho hoje, um projeto como Napoleone, poderia ser um inferno para um novato. E eu "naveguei por essas águas" sem pensar muito. Típico da juventude.


Com bons resultados e opiniões unânimes, você é do staff de argumentistas de Diabolik. Quando teremos uma história completamente sua (roteiro/argumento) do Rei do Terror? 
Para dizer a verdade já tenho ela pronta! "A Borda da Fossa". Idéia, roteiro e argumento desse entrevistado!



Entremos na máquina do tempo e retornemos ao início de sua carreira. Como foram seus primeiros passos no mundo dos quadrinhos? Que recordação tem dos tempos da Factory? 
Éramos crianças. Porém, todos, éramos conscientes da nossa capacidade. Às vezes, éramos muitíssimos arrogantes. Mas se não é arrogante aos vintes anos, quando será? 
Foi uma experiência fabulosa, inconsciente, problemática, mas que valeu a pena, por tudo. Sem internet, blog, facebook, a impressão custava uma fortuna...
Pioneira, sob alguns pontos de vista. De fato, na época, tinham coisas difíceis de fazer, por causa daquela época.

O quadrinho italiano, por tradição, reluta em usar locações italianas, preferindo ambientações no exterior. Primeiro com Milano Criminale e agora com Long Wei está rompendo com essa tradição. Escolha premeditada ou puro acaso?
Escolha absolutamente minha. Milão do ponto de vista narrativo tem as mesmas potencialidades de Nova Yorke ou Tóquio. Não vejo porque não usá-la!
Quando há uma ocasião, tenho sempre procurado ambientar as minhas histórias na minha cidade.
 

Pergunta que faço a todos os entrevistados no meu Blog: Existindo a possibilidade, qual personagem (bonelliano ou não) com o qual nunca trabalhou, gostaria de trabalhar? 
O Justiceiro, sem sombra de dúvidas! 
Ou James Bond.

Vamos viajar... Qual personagem gostaria de encontrar em história escrita por você?
Harlan Draka parceiro com Blade, para juntos irem a Ilha dos Demônios, para eliminar os vampiros demoníacos.

O fim do mundo se aproxima. Devemos evacuar a Terra. Poder levar com você um livro, um filme, um CD e uma revista em quadrinhos. Quais? 
Livro: IT de Stephan King
Filme: "Straziami, ma di baci saziami", de Dino Risi
CD: Space Oddity de David Bowie
Revista em Quadrinhos: Preacher de Garth Ennis, todos os volumes! Se não der tempo e devo pegar apenas uma revista, então escolho o primeiro número de "O Desconhecido" de Magnus.

Voce é um sonhador? Se é, admitindo que já realizou alguns dos seus sonhos, qual o sonho que ainda falta realizar? 
Alguns dos meus sonhos já realizei, aqueles que faltam prefiro não falar. A única coisa que conta agora, é que devo fazer de tudo para que Minizilla realize os seus.

Agradecemos a Diego Cajelli pela costumeira disponibilidade, desejando-lhe tudo de bom no prosseguimento de sua carreira.

Até a próxima!


matéria publicada originariamente no blog:http://lasciatespazioaisognatori.blogspot.it

sábado, 26 de janeiro de 2013


VICTOR LAFORGE!
Por Silvia Califano. Silvia, a primeira desenhista de Dampyr, marcará sua estréia com o poderoso vilão! Victor Laforge apareceu na edição 142. Segundo os nativos sul-africanos, ele é o vento gelado que vem do norte... 
Imagem postada na página da desenhista no facebook.


quinta-feira, 24 de janeiro de 2013


HARLAN DRAKA
Por Alessandro Scibilia.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013


O QUE ESPERA POR DAMPYR EM 2013!

"Cada vez mais horror! Depois de um ano de dor e de tragédias pessoais, Harlan Draka enfrentará a ofensiva de seus adversários infernais, que levarão ele, Tesla e Kurjak ao encontro de seus piores pesadelos. Duas criaturas dotadas de grande poder, caçadores de relíquias arqueológicas, darão trabalho na zona devastada pelo terremoto em Áquila, onde terão a companhia dos tenazes Lobos Azuis! Na Sibéria, Zarema, mostrará suas garras e em Nápolis aparecerá o tenebroso fantasma de uma freira sanguinária. Um período de férias em Paris não será todo relaxamento, porque os horrores do Grand-Guinol, revelarão as intrigas de misteriosos inimigos, velhos e novos, e a luta contra um monstro legendário "colocará luz" sobre os rituais abomináveis do Mestre da Noite Verdier! Entre os fiordes da Escandinávia se concluirá a caça de uma década a um Mestre da Noite quase esquecido, enquanto na Islândia, Harlan e Gudrun serão forçosamente inscritos num curso para seguidores da Outra Parte!... Depois um sanguinário Halloween em Abruzzo, Harlan reencontrará uma amiga-inimiga de Berlim... Também teremos inquietantes noites de luar na Escócia e duas incursões em mundos paralelos, uma das quais o deixará cara a cara com Thorke no coração da Dimensão Negra! Por último, mas não menos importante... encontrará um outro Dampyr!
Matéria originariamente publicada no site da SBE: www.sergiobonellieditore.it

domingo, 20 de janeiro de 2013


ENFRENTANDO VARKENDAL!
Demônios da Dimensão Negra adoram fugir para a Terra. Com Varkendal não foi diferente. E ele tem o poder de realizar os sonhos dos humanos, e, com isso os escraviza. Abaixo, nos traços de Nicola Genzianella, Harlan Draka está numa Nova York do começo do século XX. Ele vai enfrentar o perigoso demônio, para salvar seus novos amigos, mas esse tem suas artimanhas e a princípio derrotará nosso herói e o venderá ao dono do circo de horrores P.T.Barnum, como vampiro!
Imagens retiradas da edição 126. 

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013


CAVALEIROS TEUTÔNICOS X GENGIS KHAN 
Na sequência abaixo, Draka está em companhia de Sandy O´Sulivan, agente do SOE que ele levou para seu reino. Ele lhe mostra os cavaleiros teutônicos, ordem originariamente cruzada, que foi convidada pelo Rei da Hungria, para se instalarem em território hungaro, e, segundo Draka, o está defendendo das hordas de Gengis Khan!
Desenhos retirados de Dampyr 21, com traços de Majo.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013


KURJAK COMO ISCA!
Abaixo o exato momento em Kurjak é sugado para outra dimensão, e, Harlan Draka não titubeia e vai no encalço do amigo. Ao encontrarem na outra dimensão, Kurjak repreende o amigo, que não deveria tê-lo seguido. Dampyr responde que não se abandona um amigo! Tudo isso é parte de uma armadilha de                             , o Senhor dos Espelhos, que mesmo aprisionado num baú no Teatro dos Passos Perdidos, consegue arquitetar sua vingança. Bastou uma fresta de luz dentro do baú, para ele exercitar seus poderes. Juntamente com Lady Nahema, coloca em prática seu plano.
Os desenhos são de Alessandro Baggi.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013


Dr. SONDERLING
Por Nicola Genzianella.

sábado, 12 de janeiro de 2013


DANNY BOY EM APUROS!
 Na edição quádrupla (133-136), Dampyr e pards vão a uma Londres de mais ou menos 1890. Estão a procura de duas crianças, que foram capturadas por Lord Marsden e levadas ao passado, para atrair Harlan para uma armadilha. Abaixo, Danny Boy retorna ao covil de sua gangue, que vive de pequenos furtos pelas ruas de Londres, por serem crianças. Tesla mostra a Danny Boy um dos seus "truques", para que ele informe aonde entregou as crianças a seus raptores... apesar do medo dos sequestadores, Danny Boy ficou apavorado com Tesla e contou tudo!
Os belos traços da edição quádrupla são de Stefano Andreucci, que infelizmente, foram os últimos em Dampyr.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013


TERRÍVEL PESADELO!
Na edição 45, Dampyr vai a Londres, onde conhecerá um dos seus piores inimigos, Lord Marsden. Abaixo, nos traços de Piccininno, Harlan está na companhia de Isobel, uma amiga, quando de repente, algo pertuba seu sono. Está prestes a ter um terrível pesadelo... tudo sugestionado pelo seu inimigo...

terça-feira, 8 de janeiro de 2013


INVESTIGANDO...
Padre Alvise, contato de Caleb Lost em Veneza, chamou seu amigo Harlan Draka a cidade, para investigar a história de alguns desaparecimentos estranhos... Abaixo, nos traços de Alessio Fortunato, Dampyr está em ação, investigando um suspeito... e o método utilizado, surte efeito!
Imagens retiradas de Dampyr 143.

domingo, 6 de janeiro de 2013


IMAGEM SEMPRE IMPACTANTE!
O sangue de Harlan Draka extermina os Mestres da Noite... como explicar a foto abaixo? Draka é um ser diferenciado? Harlan foi gerado apenas para servir aos propósitos de Draka, ou seja, eliminar a concorrência? Essas e outras perguntas ainda não foram bem explicadas pela continuidade dampyriana...
Página retirada da edição 22, com traços de Majo.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013


Amanhã nas bancas italianas: Dampyr 154.

Quem é a maravilhosa Blimunde? Uma adorável deusa ou uma implacável criatura do mal?

A DAMA DOS PESADELOS
Roteiro e argumento: Claudio Falco
Desenhos: Michele Cropera
Capa: Enea Riboldi

 
Prisioneira na cidade de Eblis, existe uma bela criatura dotada de um terrível poder: as suas carícias podem despertar e tornar reais nossos piores medos. Chantegeada pelos demônios da Outra Parte, Blimunde chega a Praga... E para Kurjak, Tesla e Harlan, o passado, com seus pesadelos a serem exorcizados, torna-se bem real e bem presente: A Guerra na Bósnia, escravidão sob o julgo do Mestre da Noite Gorka, o mundo dos Mestres da Noite...