sexta-feira, 4 de setembro de 2015


CRÍTICA - DAMPYR 172

Número: 172
Episódio: A Papisa de Roma
Argumento: Alessandro Bilotta
Roteiro: Alessando Bilotta
Desenhos: Andrea Del Campo
Capa: Enea Riboldi
Letrista: Omar Tuis
Mês: 07-2014
Colorido: Não
Páginas: 96

Neste número de Dampyr, uma outra aventura italiana do nosso time de Caçador de Vampiros. Parece que uma criatura da noite, seja a responsável pelo massacre acontecido num bairro nobre de Roma.

O Professor Millius mandou Harlan e seus companheiros para falar com o Professor Palmieri, um colega seu que acordou do coma, devido a um terrível acidente automobilístico, e agora se recupera no hospital.
Professor conta de ter descoberto o sepulcro secreto de Olimpia Maidalchini, uma nobre romana da época medieval que, desfrutando do parentesco com o Papa Inocêncio X, não mostrou escrúpulos algum para adquirir poder. Fala ainda que o fantasma de Olímpia, há algumas noites aparece por Roma, sobre uma carroça em chamas que se precipita no Tevere.
Antes de morrer, a "Papisa de Roma" foi transformada em vampira por um Mestre da Noite e, retornada da tumba, hoje está infiltrada no submundo do crime de Roma, para recuperar o status do passado.

Uma outra estréia, desta vez na autoria da história, nesta edição: se trata de Alessandro Bilotta, autor de "Valter Buio" (Star Comics 2010) e de alguns episódios de Dylan Dog. Bilotta entrou com o pé direito no espírito dampyriano trazendo à luz um fato curioso e transformando-o em um moderno horror-thriller.
Um belo trabalho também aquele Del Campo, às páginas são limpas e bem sombreadas. 


Matéria publicada originariamente no blog: www.ilcatafalco.blogspot.it

quarta-feira, 2 de setembro de 2015


Amanhã nas bancas italianas: Dampyr 186.

Dos primórdios da Grã-Bretanha, a verdade sobre uma célebre lenda.


TALIESIN, O POETA
História: Mauro Boselli
Roteiro: Mauro Boselli
Desenhos: Mauro Laurenti
Capa: Enea Riboldi
O nascimento e a carreira de um Dampyr... O jovem Gwion, promovido pela feiticeira Keridwen a guardião de seus porcos, cresce com os filhos de Keridwen, a bela CVreirwy e o horrendo Morfran. Mas será ele, filho de um Mestre da Noite e de uma Princesa, que assimilará o conhecimento do caldeirão de Dagda, cientista e filósofo morto, que era da raça dos Mestres... Transformado em Taliesin, o rapaz brilhante, unirá a sua sorte àquela de Amber e de seus protegidos, Ambrosio e Artos, libertadores da Grã-Bretanha, participando com eles na luta contra sua mãe, Severa, rainha dos monstruosos Tylwyth Teg...

Matéria publicada originariamente no site: www.sergiobonellieditore.it

segunda-feira, 31 de agosto de 2015



DAMPYR 182!
Em algum lugar da Dimensão Negra, um mestre local, prepara uma pessoa para vir para o nosso mundo.... O que estarão tramando???
Na realidade são membros da aristocracia local. Membros da resistência. A casta superior está assustada com rumores de uma rebelião e com isso deixaram estrangeiros impuros tomar o poder e acabar com a neutralidade do local. 
A viajante tem destino certo, o Teatro dos Passos Perdidos... mas como? Ela influenciará Ljuba, pois a mesma não tem "poderes" para fugir dessa influência e "sem querer", achará o espelho negro que é a abertura do portal entre os dois mundos. 
A viajante busca Ryakar, que é um membro da Dimensão Negra e está na Terra a Séculos... ele poderá ajudar! 
História de Mauro Boselli com desenhos de Maurizio Rosenzweig (Dampyr 182 - Na Dimensão Negra).

sábado, 29 de agosto de 2015


PARA SE ENCONTRAR COM LISA!
Harlan partiu de Praga para a Suíça para se encontrar com seu amor: Lisa! O que vemos abaixo é um sonho dele... Mas tem mais gente no encalço da bela ucraniana. Thorke, o deus canibal, que escravizou Lisa para atormentar nosso herói. O demônio se apossou de um serial killer, que está seguindo Dampyr para chegar até a moça. Thorke, não desiste de seu intento... eliminar nosso herói!
Desenhos de Arturo Lozzi - Dampyr 150 - A Escolha de Lisa.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015


PÁGINA DO ESPECIAL/2015
Com história de Claudio Falco e Desenhos de Fabio Bartolini, o especial desse ano tem chamado atenção, afinal será descoberto um livro, cujo conteúdo, informa o fim de alguns personagens da série. Na imagem acima, Kurjak conversa com Draka Pai.

terça-feira, 25 de agosto de 2015


CRÍTICA - DAMPYR

Número: 185
Episódio: O Segredo de Amber Tremayne
Argumento e Roteiro: Mauro Boselli
Desenhos: Mauro Laurenti
Capa: Enea Riboldi
Letrista: Riccardo Riboldi
Mês: 08-2015
Colorido: Não
Páginas: 96


O número 185 de Dampyr, nas bancas este mês, contém a primeira parte de uma aventura que tem como protagonista a Mestre da Noite, Amber Tremayne, que ressurge em todo o seu esplendor,  depois de uma ausência de mais de dez anos.

Harlan acorda de um sonho que teve como Taliesin, "O homem dos corvos", e percebe que está na companhia de Amber em uma das suntuosas do seu palácio em Gwinedd.
A potente vampira não tem intenções malévolas com relação a Dampyr, depois de se mostrar tão hospitaleira, começa a contar-lhe a sua história e as circunstâncias que, apesar dos séculos que separam seus nascimentos, a ligação de parentesco entre eles.
Ambra de Gwinedd já era uma Mestre da Noite quando o exército romano invadiu o País de Gales, e sabendo que sua natureza de não-morta a impedia de conseguir engravidar, através de artes mágicas, deu a luz a um menino de nome Aurelio Ambrosio.
Amber conta às dificuldades que passou para fazer seu filho sobreviver, para que se transformasse no artífice da libertação britânica, e de sua relação difícil com a enteada Severa que, cega de ódio pela madrasta, se propôs a gerar um dampyr para matá-la.

O retorno de Amber é uma grande surpresa para os velhos leitores de Dampyr, Boselli, desta vez, quer contar a sua história, respeitando o glorioso passado das terras inglesas, bem como, a parte mágico-religiosa do folclore local.
Coube a Mauro Laurenti a tarefa, cansativa, de reproduzir com esmero os ambientes e os costumes da época, mas a missão não lhe pareceu difícil como podemos ver nas páginas da edição.
Provavelmente esse longo flashback pode ser entendiante para quem prefere histórias com mais aventuras mas, não nos esqueçamos, se trata somente da primeira parte e, na edição de setembro encontraremos um digno adversário para o nosso Harlan.



Matéria publicada originariamente no blog: www.ilcatafalco.blogspot.it

domingo, 23 de agosto de 2015


CENA CLÁSSICA!
Alessandro Bilotta (autor da história) usou a cena clássica do ajudante do professor que de alguma forma se fere, e, deixa cair uma gota de sangue sobre o corpo do vampiro, na hora de abrir seu caixão. No caso, se trata de Olimpia Maidalchini, que como cunhada do Papa Inocêncio X, usou de todo seu poder sobre ele, chegando ao ponto de ser reconhecida como Papisa, pois ele sempre a consultava para tomar suas decisões. O Professor Palmieri deu muita sorte de sair vivo para contar para Dampyr e Kurjak o que aconteceu!
Os desenhos são de Andrea Del Campo - Dampyr 172 - A Papisa de Roma.