segunda-feira, 14 de outubro de 2019


Marco Villa e uma página da aventura que está desenhando!

sábado, 12 de outubro de 2019


DESENHO DE ALESSANDRO SCIBILIA

terça-feira, 8 de outubro de 2019


Majo nos mostra uma página da sua nova história!

domingo, 6 de outubro de 2019


O DESTINO DE UM DAMPYR!
Caçar vampiros e Mestres da noite é o destino de um dampyr. Mas, dampyrs têm um problema terrível para enfrentar devido a longevidade... ver a morte de seus amigos! Na sequência abaixo, a dor de Harlan Draka, ao perder sua grande amiga, Ann Jurging (a vidente alemã). 
Dampys Especial 11 - O livro do tempo perdido (história de Claudio Falco com desenhos de Fabio Bartolini)

sexta-feira, 4 de outubro de 2019


Um velho gringo se perdeu na Revolução Mexicana... e encontrou o caminho para Carcosa...


O REI DO HORROR
Dampyr 235
Nas bancas italianas: 04/10/2019
História: Mauro Boselli
Desenhos: Luca Rossi
Capa: Enea Riboldi
 
Por cem anos, o destino de Ambrose Bierce, jornalista e escritor de fantasia, que falou pela primeira vez da misteriosa Carcosa, está envolvo em mistério. Bierce repórter de guerra que seguiu a armada de Pancho Villa, desapareceu durante a Revolução... Mas para descobrir a localização da verdadeira Carcosa e encontrar Kurjak a tempo, Harlan e seus companheiros, seguindo a sugestão de Ann Jurging, devem seguir as pistas. No México encontrarão uma inesperada ajuda e, com um itinerário tortuoso e arriscado pelo mundo onírico de Kadath pelo altiplano de Lang, eles viajarão para Carcosa, para revelar o rosto por de trás do capuz esfarrapado do Rei do horror.


Matéria publicada originariamente no site: www.sergiobonellieditore.it

quarta-feira, 2 de outubro de 2019


Dampyr #234 - As torres de Carcosa
Di Michele Garofoli
 
A batalha entre Harlan e os Grandes Antigos chega na terra do crepúsculo, particularmente na sua capital, governada por Xeethra, mãe do jovem príncipe Emil, concebido junto com Kurjak.
Mauro Boselli é o autor de uma história complexa, que não deixa brechas, e que desta vez tras em primeiro plano, a lendária cidade maldita de Carcosa, criada pelo escrito Ambrose Bierce.O escritor demonstra mais uma vez, uma habilidade incomum em conceber uma estrutura narrativa praticamente livre de defeitos, um desenvolvimento criativo que vem do planejamento cuidadoso dos eventos, do profundo conhecimento da matéria e da paixão pelos temas tratados perceptivelmente pela leitura.
O estratagema orquestrado pelo terrível Nyarlathotep, um dos Antigos mais potentes, que envolve Xeethra, Kurjak, escravo do parasita escondido em seu corpo, transforma-se então numa leitura fascinante e envolvente, desde que você tenha a necessária paciência para seguir os tantos acontecimentos e os numerosos referimentos que se cruzam com a longa continuidade de Dampyr, "ponto fraco" para uma série de alta qualidade.
Nos desenhos retorna Corrado Roi, um dos mestres italianos do preto e branco, autor de um trabalho convincente, rico de páginas bem idealizadas e bem trabalhadas, aprimorando pelo meio tom refinado. Particularmente espetacular a representação da cidade de Carcosa, cercada de torres espetaculares, que lhe far similar a um ser vivo e pensante.



Falamos de:
Dampyr #234 - As torres de Carcosa
Mauro Boselli, Corrado Roi
Sergio Bonelli Editore, setembro/2019
96 páginas, em preto & branco, 3,50 euro

Crítica publicada originariamente no site: www.lospaziobianco.it

segunda-feira, 30 de setembro de 2019


Vessago, o demônio das coisas perdidas & Dampyr - por Dario Viotti!